Aquarium Brasil
Atenção



Olá seja bem vindo ao Fórum Aquarium Brasil esta é uma mensagem automática para avisar de antemão que para interagir no fórum e suas respectivas salas de discussão é necessário que você visitante registre-se não demora nada e você mesmo pode ativar seu cadastro através de seu e-mail pessoal obrigado por visitar a Aquarium Brasil
Total de visitas
estatisticas gratis

Verminhos no aquário: é problema? Vai afetar meus peixes?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Artigo Verminhos no aquário: é problema? Vai afetar meus peixes?

Mensagem por Bruno Silva em Dom Jan 27, 2013 1:21 pm

Oi a todos,

existe um mito ou uma desinformação extremamente comum na aquariofilia, de que no aquário existiriam apenas a água, as decorações (substrato, rochas, troncos, plantas artificiais etc), os equipamentos; de seres vivos, os peixes, as plantas naturais e quando muito, as bactérias nitrificantes.

Na verdade, o aquário é um "caldo de vida", especialmente em termos de microbiota (as formas vivas microscópicas ou de tamanho reduzido). Há uma enormidade de formas de vida em nosso aquário, especialmente nas camadas superiores e sobre o substrato, e igualmente no(s) filtro(s). Elas são, ao contrário do que se pensa, importantíssimas para o equilíbrio biológico (e bio-físico-químico) do aquário, especialmente no que tange a decomposição e reciclagem de compostos orgânicos.

São bactérias, fungos, algas, protozoários, vermes diversos, até mesmo pequenos crustáceos, dentre várias outros filos de seres vivos. Algumas dessas formas de vida podem ser patógenos oportunistas, mas geralmente levam vida livre. A maioria é apenas de vida livre, isso é, não são parasitas.

Esses vermezinhos citados nada mais são que nematoides, anelídeos etc, obrigatoriamente de vida livre, e que geralmente vivem, exclusivamente ou não, de matéria orgânica livre. Eles costumam vir com plantas naturais, especialmente entre suas raízes -- daí mais um motivo para que eu não recomende tratamentos químicos para tentar "esterilizar" plantas naturais, incentivando sempre a quarentena apenas como meio de evitar a introdução de patógenos.


O excesso desses seres, quando percebidos no aquário, denotam um sinal inequívoco de que está ocorrendo problema de estabilidade no aquário: está ocorrendo, por algum motivo, acúmulos excessivos de material orgânico livre no sistema, e que está fomentando esse crescimento desordenado dessa população de vermes.

Entre esse problemas, os mais comuns são:
1. Excesso de população de peixes e, consequentemente;
2. Excesso de alimentação;
3. Filtragem: está tendo manutenção insuficiente ou foi sub-dimensionada;
4. Montagem e/ou manutenção incorreta do aquário:
- substrato de granulometria muito alta (muito material orgânico fica preso entre os grãos do substrato);
- uso de FBF;
- uso de materiais férteis impróprios no substrato (esterco animal, terra vegetal etc);
5. Uso de alimentos impróprios: carne, congelados de baixa qualidade, rações de baixa biodisponibilidade em seus ingredientes etc.

Outras causas podem ocorrer, verifique outras probabilidades além da lista acima.

Podem ficar tranquilos que esses "vermezinhos" não causarão qualquer doença em seus peixes ou plantas.

Mas verifiquem as condições de higiene e equilíbrio de aquários onde esse "problema" ocorre.

Abraços
avatar
Bruno Silva
Administrador
Administrador


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum