Aquarium Brasil
Atenção



Olá seja bem vindo ao Fórum Aquarium Brasil esta é uma mensagem automática para avisar de antemão que para interagir no fórum e suas respectivas salas de discussão é necessário que você visitante registre-se não demora nada e você mesmo pode ativar seu cadastro através de seu e-mail pessoal obrigado por visitar a Aquarium Brasil
Total de visitas
estatisticas gratis

Lista de algumas opções de alimentos vivos para seus peixes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Artigo Lista de algumas opções de alimentos vivos para seus peixes

Mensagem por AquariumBrasil em Dom Jan 27, 2013 8:16 pm

Tenébrios

Os Tenébrios são uma espécie de besouro que em sua fase larval são muito utilizados na alimentação de muitos animais, entre eles, peixes, pássaros e répteis pelo seu alto teor de proteínas.

Nome popular: Tenébrio
Nome científico: Tenebrio molittor

Deve-se tomar muito cuidado ao fornecer estes coléopteros aos peixes, pois além de possuírem muita gordura, os Tenébrios, tem a fama de cavar seu caminho de fuga, ou seja, se ingeridos vivos e inteiros, podem "cavar" sua saída de dentro do animal que o comeu, e ninguém gostaria de achar o seu peixe no dia seguinte, morto no fundo do aquário e com um buraco em seu corpo. Lenda ou não, melhor não arriscar. Podem ser encontrados em lojas de pássaros, vendidos como alimento vivo, mas você também pode ter sua própria criação em casa.

Como criar: Em uma caixa de madeira com um substrato especial para eles que deve conter 2 partes de ração de galinha granulada de crescimento ou postura, 2 partes de farelo de soja ou trigo, 1 parte de ervilha seca moída, 1 parte de feijão moído, 1/2 parte de leite em pó e 2 partes de serragem, coloque uns 20 besouros e espere eles começarem a se reproduzir, os ovos demoram uns 20 dias para eclodir. É bom que haja um algodão úmido para eles beberem água
As larvas de tenébrio consistem no seguinte:
Umidade ......................... 57%
Proteína ...........................24%
Carboidratos ..................2,8%
Fibra ...............................2,3%
Cálcio ............................. 0,02%
Indeterminados ............13,88%

Artêmia Salina


Nome popular: Artêmia salina
Nome científico: Branchipus stagnalis


São ricas em proteínas, vitaminas (principalmente o Caroteno) e sais minerais, é indicada para peixes em tratamento, pois aceleram sua recuperação, os náuplios de artêmia são indispensáveis para alevinos que já não possuem mais o saco vitelino, além do que alguns animais se alimentam quase que exclusivamente de artêmias.
Como criar: Depois de saber de todas essas vantagens que a artêmia oferece, porque não criá-las em casa e ter sempre alimento vivo e saudável para seus peixes? Para isso você vai precisar de um aquário de no mínimo 50L com água do mar ou uma solução contendo uma colher de sal marinho para cada litro d'agua, dissolva na água um pó feito com coral moído até que fique opaca, deixe em um lugar onde bata bastante sol, com isso a água ficará verde e rica em microalgas que servirão de alimento para as artêmias, além de oxigenarem a água dispensando o uso de aeradores, só então compre uma porção de artêmia viva e coloque-as no aquário, elas se reproduzem muito rápido e logo você terá uma boa quantidade, o suficiente para que seja feita um coleta semanal para a alimentação dos peixes, mas nunca se esqueça de deixar algumas para que sua criação tenha uma vida longa, desse modo as artêmias terão uma cor avermelhada e alto valor nutricional mas você também pode ministrar outros tipos de alimentos a elas como fermento biológico, levedo de cerveja e pastas industrializadas próprias para esse fim mas assim elas não terão o mesmo valor nutricional que quando alimentadas com algas. É claro que é mais fácil ir até uma loja toda semana e comprar uma porção, mas se você criá-las saberá que está oferecendo a seus peixes artêmias saudáveis e livres de contaminação.

Micro-vermes


Os micro-vermes da aveia são pequenos nematódeos de aproximadamente 3mm, que vivem em um meio pastoso de farinha de aveia e água, sendo que uma grande vantagem dessa cultura é que eles se alimentam dessa mistura que compõe o meio onde vivem.

Nome popular: Micro-vermes, vermes da aveia.
Nome científico: Panagrellus redivivus

Ótimo alimento para alevinos, os micro-vermes de aveia requerem pouca manutenção da cultura, são bastante prolíferos e iniciando-se com uma pequena cultura inicial, em poucos dias já poderá passar a alimentar os alevinos com os micro-vermes.

Como criar: Em um pequeno recipiente plástico adicione uma mistura pastosa de água e farinha de aveia, junto a essa mistura coloque uma cultura inicial de micro-vermes, após alguns dias os micro-vermes já estarão se reproduzindo abundantemente e ao subirem pelas paredes do recipiente poderão ser coletados para alimentação de alevinos. Para coleta pode-se usar uma lâmina raspando as paredes do recipiente onde está a cultura. Recomenda-se a troca do meio de cultura assim que este comece a escurecer, isso leva em média duas semanas, mas pode ter abreviado esse tempo em caso de regiões muito quentes, para fazer a mudança do meio de cultura, faça uma nova mistura, recolha um pouco de micro-vermes para servirem como cultura inicial e proceda como na primeira cultura. O recipiente deve ser aberto pelo menos de dois em dois dias. O calor aumenta a produtividade das culturas.

Criação do Bicho do Amendoim:


Besouro do Amendoim (Palembus dermestoides), que produz larvas que não ultrapassam 1 cm de comprimento, sendo por isso as mais indicadas para criação de peixes e alguns pássaros de pequeno porte, como os coleiros e cabocilnhos.
O Besouro do Amendoim é um Coleóptero, da família Tenebrionidae. Tem origem asiática, provavelmente chinesa.
Foi introduzido no Brasil por pessoas que utilizavam com fim terapêuticos, no tratamento de asma principalmente. Poderes afrodisíacos também são atribuídos ao consumo desse pequeno inseto.


Como montar uma colônia?


Caixa de criação:

Pote grande de vidro
(tipo usado para picles)


Uma caixa plástica pode ser usada, desde que possua tampa que permita a renovação do ar na cultura.
Aquários são recipientes mais usados para a criação.

Tela:

Um pano ou uma tela tipo mosquiteiro (nylon ou metal), é muito útil para evitar o ataque de predadores como formigas e lagartixas. Uma fita elástica ajuda a fixá-la na parte superior do recipiente.

Substrato:

Farelo de trigo ou Farinha para kibe.

Faça uma camada no fundo do recipiente com cerca de 2cm de altura. Esse será o local onde as larvas irão viver.
O farelo deve ser esterilizado antes do uso, e para isso basta colocá-lo no congelado por 24 horas.

Amendoim cru(com ou sem casca)

O ácido araquidônico presente no amendoim é essencial para esses insetos.
Primeira regra quando se utiliza amendoim: sempre procurar adquirir produtos da melhor qualidade possível, pois o risco de contaminação por fungos é alto.

Espalhe sobre a superfície amendoim triturado, ou em grãos, ou no caso do fornecimento de amendoim com casca será necessário fazer uma abertura numa das extremidades para facilitar o acesso dos insetos. Os besouros normalmente colocam seus ovos dentro do grão.

Fatias de pão integral:

Pão preto, Pão de Centeio, Pão de Cereais, de preferência pães mais úmidos. Coloque fatias de pão cobrindo metade da superfície do substrato.
Fonte de umidade

Casca de Banana:

Recomenda-se o fornecimento de alguma fonte de umidade de 2 a 3 vezes por semana. Sendo que as sobras desse alimento devem ser retiradas no dia seguinte ao fornecimento.
Devem ser utilizadas assim que forem retirada, e colocadas com a parte branca virada para cima, de maneira que a umidade não entre em contato com o substrato.
Também podem ser utilizados os seguintes alimentos, desde que bem lavados e isentos de agrotóxico:

Arrow Legumes: Fatias bem finas de cenoura, Chuchu.
Arrow Frutas: Casca de Maçã, Pêra.
Arrow Verduras: Couve, Repolho.

Cuidados:

Se houver excesso de umidade na criação de insetos, principalmente no inverno, aparece algo parecido com um polvilho nas paredes do frasco de criação, este é o “ácaro da farinha”.
Ele é muito pequeno, mais se for observado com atenção pode-se ver que se move lentamente. Este ácaro mata as larvas lentamente.
Tratamento: passar todo conteúdo da caixa para uma forma de pizza e expor ao sol direto por 10 minutos. Em seguida, lavar bem a caixa de criação com
água e sabão e recolocar os insetos e o substrato. Limpar a borda superior da caixa com álcool, e repetir o processo diariamente até que os ácaros desapareçam.

Reprodução:

São animais noturnos, e por isso recomenda-se um local sombreado para sua criação.
Este coleóptero se desenvolve melhor com clima quente e úmido. Temperatura ideal entre 25 –30 ºc e umidade relativa de 70 – 90%. Calor e frio em excesso matam os besouros.
Possuem ciclo completo: ovos – larvas – pupas – besouros.

Ovos:


As fêmeas realizam a postura sobre o substrato ou dentro dos grãos.
Cada fêmea coloca de 200 ovos durante o período reprodutivo.
Incubação: 1 – 2 Semanas.

Larvas:

O tamanho das larvas vai de 1 a 10 mm, e chegam a permanecer neste estagio por até 2 meses.
Durante o crescimento, trocam a casca quitinosa de 5 a 10 vezes, conforme a temperatura, umidade relativa, capacidade de consumo, tipo de alimento e a interação entre esses fatores.
Pupas

A larva interrompe seu crescimento, diminuindo a atividade e adquire o formato de “C”.
É um estagio considerado crítico. Pela possibilidade de morte por desidratação.
Permanecem nesse estagio cerca de 1 semana.

Besouro

Medem cerca de 5mm de comprimento por 1mm de largura.
Chegam a viver por 15 – 20 meses.
Alimentado seu peixe com a larva:

Recomendado para peixes de porte médio como Acará Bandeira (scalar), Discos, mais por experiência própria sei de outros peixes menores que aceitam bem este tipo de alimento, que são os Bettas, Néons, Rodostumos, Mato Grosso, tetras em geral pegam este tipo de alimento.

Este tipo de alimento deve ser oferecido apenas 1 ou 2 vezes por semana nunca como alimentação principal, é muito importante que a alimentação principal seja uma ração de qualidade.
avatar
AquariumBrasil
Administrador
Administrador


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum